(Noticiário Associativo) Conservação do Património IX

                                                    

 

 

Obras para o futuro Museu Mineiro

EICEL1920 realizou a IX Acção Voluntária de Conservação do Património Mineiro

                                         

 

​​

A EICEL1920, Associação para a Defesa do Património, realizou, durante o ano de 2018, um conjunto de obras para a reabilitação da antiga secção de trituração da fábrica de briquetes da Mina do Espadanal, edifício onde será instalado o futuro Museu Mineiro de Rio Maior.

 

Os trabalhos decorreram no âmbito da IX Acção Voluntária de Conservação do Património Mineiro, programada em duas fases, e tiveram início a 17 de Fevereiro, com a demolição de estruturas construídas no rés-do-chão da antiga secção de trituração da fábrica de briquetes durante a década de 90, aquando da utilização do espaço como dependência do estaleiro municipal.

A segunda fase da intervenção decorreu no dia 30 de Junho, com a limpeza e inspecção da estrutura do telhado da antiga secção de trituração tendo em vista a respectiva reconstrução. Foram ainda realizadas pequenas obras de reparação de danos causados por actos de vandalismo no edifício principal da fábrica de briquetes. Estes trabalhos contaram com a colaboração da Junta de Freguesia de Rio Maior, que disponibilizou para o efeito um gerador de energia eléctrica e uma máquina de lavagem de pressão.

 

Durante este ano, a EICEL1920 procurou, em diálogo com a Câmara Municipal de Rio Maior e com os técnicos responsáveis pela construção de um novo parque de estacionamento nos terrenos envolventes à antiga fábrica de briquetes, assegurar o mais reduzido impacto possível desta infra-estrutura no enquadramento paisagístico do património mineiro.

 

Mediante a boa cooperação dos serviços da autarquia, foi possível modificar o projecto de modo a garantir um maior afastamento da nova construção relativamente ao conjunto edificado da fábrica de briquetes. O novo parque de estacionamento contribuirá para melhorar a acessibilidade dos visitantes ao futuro Museu Mineiro.

 

A vedação de todo o perímetro da antiga fábrica de briquetes, enquanto não é possível a completa reabilitação do complexo mineiro, concretizando uma antiga proposta da EICEL1920, e que está presentemente em execução pela Câmara Municipal de Rio Maior, deverá melhorar as condições de segurança no local, impedindo, logo que concluída, a continuação da degradação do edifício por actos de vandalismo e prevenindo o risco de acidentes em visitas não acompanhadas ao local.

Demolição de modificações ao edifício original. Antes e depois, Fevereiro de 2018. © Nuno Rocha, Arquivo EICEL1920.

Figura 1 - Demolição de modificações ao edifício original. Antes e depois, Fevereiro de 2018. © Nuno Rocha, Arquivo EICEL1920.

Futuro Museu Mineiro de Rio Maior. Estado de conservação a 24 de Fevereiro de 2018. © Nuno Rocha, Arquivo EICEL1920.

Figura 2 - Futuro Museu Mineiro de Rio Maior. Estado de conservação a 24 de Fevereiro de 2018. © Nuno Rocha, Arquivo EICEL1920.

Sala do futuro Museu Mineiro. Estado de conservação a 24 de Fevereiro de 2018. © Nuno Rocha, Arquivo EICEL1920.

Figura 3 - Sala do futuro Museu Mineiro. Estado de conservação a 24 de Fevereiro de 2018. © Nuno Rocha, Arquivo EICEL1920.

Director e Proprietário: Nuno Alexandre Dias Rocha, 2015-2018. © Todos os direitos reservados.                                                                                             Distribuição gratuita

  • w-facebook
  • w-tbird
  • w-googleplus